Política Externa

O Fator Religioso nos Conflitos Internacionais

por em 10/06/2010

As religiões podem ter no século XXI tanta importância quanto as ideologias tiveram no século XX. Muitos dos confl itos que permeiam o sistema internacional do pós- -Guerra Fria têm de fato raízes religiosas. O fator religioso deve, assim, ser estudado e compreendido de modo que os países possam atuar nos confrontos que constituem algumas das maiores ameaças à paz na agenda internacional corrente. As sociedades predominantemente laicas do Ocidente têm difi culdades para lidar com o assunto. Elas têm optado por políticas de separação em vez de integração. A “Aliança das Civilizações”, proposta pela ONU, é um passo positivo para construir um diálogo construtivo. A diplomacia brasileira deve preparar-se para desempenhar um papel nesse processo.

Religions may prove to have in the XXI Century as much importance as ideologies had in the XX Century. The manifold conflicts that permeate the post-cold war international system do have religious roots. The religious factor must thus be studied and understood so that countries can act on the conflicts that account for the most threatening component of today’s international agenda. The predominantly laic Western societies have had some difficulty in coping with this phenomenon. They have opted for policies of separation and confrontation rather than integration. The “Alliance of Civilizations” process as carried out under the aegis of the UN constitutes a positive step in order to bring about a constructive and action-oriented dialogue. The Brazilian diplomacy must be adequately prepared to play a role in this process. In order to do that it must develop a keener awareness of the importance of the religious factor in international conflicts.

Para continuar lendo esta matéria é necessário ser assinante da Política Externa

Já sou assinante Faça a sua assinatura
Esta matéria faz parte do volume 19 nº1 da revista Política Externa
Volume 19 nº 1 - Jun/Jul/Ago 2010 Israel e Palestina: a paz é possível

O caso de Israel e palestinos, aparentemente insolúvel, pode ser resolvido. Como fazer isso?

Ver detalhes desta edição Assine o acervo
Voltar Topo

Comentários