Política Externa

Caminhos novos? Reflexões sobre alguns desafios da globalização

por em 27/11/2007

A globalização é hoje, da mesma forma que a dependência foi ontem, um desdobramento do sistema capitalista nas condições históricas atuais. Isto condiciona mas não define a forma que assumem os processos econômicos e políticos da inserção dos países no mercado global. Examina-se a variedade destas formas com destaque para a análise da experiência dos países latinoamericano

The book Dependency and Development, published in 1967, analyzed the economic, social and political factors in the formation of capitalism in Latin America. It contested the idea of a single and inevitable form of dependency imposed by the Center over the Periphery and stressed the national differences and margins of autonomy for growth and integration in the international market. These hypotheses are revisited in light of the challenges faced by Latin American countries in today’s new global environment. There are alternative paths and space for different strategies of insertion in the global economy. Their chances of success depend as much on the structural basis of each country and on the capacity of its leadership as on the strength of national institutions and political culture.

Para continuar lendo esta matéria é necessário ser assinante da Política Externa

Já sou assinante Faça a sua assinatura
Esta matéria faz parte do volume 16 nº2 da revista Política Externa
Volume 16 nº 2 - Set/Out/Nov 2007 Rumos da América Latina

Caminhos novos? Reflexões sobre alguns desafios da globalização

Ver detalhes desta edição Assine o acervo
Voltar Topo

Comentários